Saudações amigas e amigos!  

Faz umas semanas que não me  dedico ao blog,  por um lado estou estudando para uma concurso de professor na minha cidade,  por outro em agosto darei início a uma pós em gestão educional,  é um assunto interessante e complexo no qual senti vontade de me aprofundar.  

Hoje eu deixarei um pequeno conto sobre a existência… 

YAMAOKA TESSHU, quando um jovem estudante Zen, visitou um mestre após outro. Ele então

foi até Dokuon de Shokoku.

 Desejando mostrar o quanto já sabia, ele disse, vaidoso:
“A mente, Buddha, e os seres sencientes, além de tudo, não existem. A verdadeira natureza dos fenômenos é

vazia. Não há realização, nenhuma delusão, nenhum sábio, nenhuma mediocridade. Não há o Dar e

tampouco nada a receber!”

Dokuon, que estava fumando pacientemente, nada disse. Subitamente ele acertou Yamaoka na

cabeça com seu longo cachimbo de bambu. Isto fez o jovem ficar muito irritado, gritando xingamentos.

“Se nada existe,” perguntou, calmo, Dokuon, “de onde veio toda esta sua raiva?”

Anúncios

Um comentário em “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s